Imóveis irregulares são multados e restaurante interditado por crime ambiental

Com dados do programa, Blitz Sanear monta operação contra prédios, comércios e casas flagrados com esgoto na pluvial; força-tarefa também fez ações no Campeche e no Rio Vermelho e Canajurê, com interdição de restaurante

Fotos: Diego Berselli/Floripa Se Liga Na Rede

Fotos: Diego Berselli/Floripa Se Liga Na Rede

A Força-tarefa da Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF) e da Casan multou por crime ambiental, nesta semana, empreendimentos comerciais, condomínios e casas no Centro e em Coqueiros previamente flagrados, em inspeções do Floripa Se Liga Na Rede, jogando esgoto na rede pluvial e com prazo de regularização vencido.

A partir de dados do programa, a Blitz Sanear montou operação para verificar se os imóveis irregulares nos dois bairros haviam corrigido as inadequações. Dos imóveis fiscalizados, a Floram multou quatro e intimou outros quatro; três tinham regularizado suas ligações sanitárias.

Em Coqueiros, na quarta-feira (07/04), três casas localizadas na Rua Pascoal Simone com esgoto conectado à rede de drenagem pluvial de outra rua, a São Cristóvão, foram multadas por crime ambiental. Um quarto imóvel na mesma rua, misto de restaurante e casa, foi intimado a se regularizar em até dez dias, do contrário também será multado.

Outros três imóveis fiscalizados no bairro do Continente – casas nas ruas São Cristóvão, Juventino dos Santos Barbosa e Des. Tavares Sobrinho – regularizaram suas ligações de esgoto e irão agendar inspeção de retorno com o Floripa Se Liga Na Rede.

No Centro, a Floram multou por crime ambiental, segunda-feira (05/04) pela manhã, o responsável por um mercado instalado em imóvel misto, também com apartamentos, na Rua Dr. Armínio Tavares: testes indicaram que a pia de uma seção do estabelecimento comercial encontrava-se ligada à rede pluvial, despejando esgoto.

Três condomínios com irregularidades – nas ruas Alves de Brito, Felipe Schmidt e Rafael Bandeira (este com uma lavanderia comercial) – haviam iniciado os processos de regularização e foram intimados pela Floram a concluir as obras, dois deles em até uma semana, e agendar retorno para comprovação.

Após a primeira inspeção do Floripa Se Liga Na Rede, os imóveis considerados irregulares recebem um prazo para regularização das ligações de esgoto. Periodicamente, o programa repassa os dados dos que o descumprem aos órgãos competentes, ficando sujeitos a ações de fiscalização como as realizadas nesta semana.

Campeche, Rio Vermelho e Canajurê

Além das operações baseadas em informações do Floripa Se Liga na Rede, a Blitz Sanear – formada por fiscais e técnicos da Vigilância Sanitária, Floram, Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA/PMF), Casan e ECHOA Engenharia – fiscalizou imóveis nos bairros Campeche, no Sul da Ilha, Rio Vermelho e Canajurê, no Norte.

No Campeche, na manhã de terça-feira (06/04), a equipe vistoriou casas e condomínios na Servidão Alvorada e nas ruas Grumixama, Manoel Rafael Inácio e José Elias Lopes. Nesta última, um imóvel multifamiliar de dez apartamentos foi flagrado com esgoto de tanque e de máquina de lavar conectado à rede pluvial; a Floram multou o proprietário por crime ambiental e a Vigilância Sanitária requereu o Habite-se e o projeto hidrossanitário do empreendimento.

A última operação da semana, nesta quinta-feira (08/04), resultou na interdição de um restaurante na Rod. Tertuliano Brito Xavier, em Canajurê, sem alvará e sem caixa de gordura, pela Vigilância Sanitária; em multa por crime contra condomínio na Servidão Manoel Machado de Aguiar, no Rio Vermelho; e em duas intimações para imóveis localizados nas servidões Cravo e Canela e Rio Vermelho.



Blitz Sanear

A Blitz Sanear é uma força-tarefa da Prefeitura Municipal de Florianópolis e da Casan, realizada por meio do Grupo Sanear Floripa, com o objetivo de fiscalizar ligações irregulares de esgoto que causem prejuízos ao meio ambiente e à saúde pública.

Com mais de 120 ações semanais realizadas desde outubro de 2018, a Blitz Sanear já inspecionou residências, imóveis comerciais, shopping centers, hotéis, restaurantes, pousadas, condomínios e edifícios em mais de 30 localidades de Florianópolis. Na semana passada, o grupo fez operações nos bairros Córrego Grande, Centro, Agronômica, Ribeirão da Ilha, Lagoa da Conceição, Cacupé, Jurerê e Daniela.